Amante Eterno - J.R. Ward


Alô! Tudo bom?
Amante Eterno, volume II da série Irmandade da Adaga Negra, 447 páginas, editora Universo dos Livros.

Base do Livro: Em Caldwell, tempos atuais, existe uma violenta e cruel rivalidade entre Vampiros e RedutoresVampiros semelhantes aos clássicos ( queimam no sol, vivem á noite, são fortes, poderosos, etc) que se alimentam de qualquer coisa, mas apenas o sangue de um vampiro do sexo oposto os mantém fortes. Ah, e apenas quem “nasceu” vampiro pode se transformar em um deles (sem essa de “mordeu-virou”).  Redutores, do outro lado, são seres sem alma, praticamente albinos cuja única missão é perseguir e destruir os rivais "sanguessugas". Dentre os vampiros existe a Irmandade da Adaga Negra, sociedade de seis guerreiros defensores da raça. Existe uma sutil representação entre o bem e o mal através de duas forças poderosas, que são a Virgem Escriba (criadora dos vampiros) e o Ômega (criador dos Redutores).

Sinopse: Rhage é de todos os membros da Irmandade o mais bonito, o mais rápido, melhor lutador e o mais instintivo. Porém nem tudo são flores, pois ‘Hollywood’ (como é chamado pelos irmãos) é amaldiçoado pela Virgem Escriba. No interior do guerreiro (e nas costas em forma de tatuagem) habita um dragão no qual ele, sem querer, se transforma todas as vezes que tem ‘fortes emoções’ (muita raiva, muito êxtase, etc). Faltando alguns anos para o fim desta terrível maldição, Rhage conhece Mary, uma simples humana que sofre com a volta silenciosa de sua leucemia.

Cara, adorei. Acho que praticamente ‘comi’ o livro em pouco menos de dois dias. Durante todo o Amante Sombrio (primeiro livro) eu simpatizava com Rhage, mas tinha a impressão de que ele nada mais era do que um ‘galinha’ fútil. Engano meu, pois ‘Hollywood’ é literalmente um guerreiro por carregar o fardo quase insuportável da maldição. O leitor acaba ‘sofrendo’ tanto com o problema e Rhage como com a doença de Mary, que acreditava já ter se curado. O final foi diferente do que eu pensava o que me fez gostar ainda mais do livro. O livro ainda deixa um “gancho” para o próximo, com o sequestro de Bella (amiga vampira de Mary) pelos Redutores.

Formô!