Featured Slider

Review: Katy Perry - Witness


Opa! Tudo bom com vocês? Witness é o quinto álbum de estúdio da cantora estadunidense Katy Perry. O seu lançamento ocorreu em 9 de junho de 2017, através da Capitol Records. Já havia comentando anteriormente sobre o clipe de 'Chained to the Rhythm", mas hoje fiz uma review faixa-a-faixa do álbum, que está bem interessante. Assistam abaixo:


Já conheciam o disco? O que acharam do Review?

A Nova música do U2 já está entre nós! Conheça "You're the best thing about me"

Opa! Tudo bom? Dia que U2 lança música nova pra mim sempre é dia de comemorar! 

 “You’re The Best Thing About Me” é o primeiro single do próximo álbum do U2, “Songs Of Experience”. O disco está previsto para ser lançado em dezembro, após o encerramento da turnê “The Joshua Tree” – com a qual o quarteto se apresentará no Estádio do Morumbi, em São Paulo, nos dias 19, 21, 22 e 25 de outubro. Em uma entrevista, o baixista Adam Clayton, comentou o lançamento. “Essa música é sobre o Bono falando do longo relacionamento com a esposa Ali, mas ao mesmo tempo tem uma universalidade, porque fala da banda, do nosso público”. Ouça abaixo:



O lyric vídeo de “You’re The Best Thing About Me” está muito bonito e foi dirigido pelos fotógrafos David Mushegain e Santiago Carrasquilla. Além disso, a música é a segunda divulgada recentemente pelo U2. Na semana passada, a banda soltou “The Blackout”, em uma versão ao vivo, acompanhada por um vídeo em preto e branco de uma performance em um show. Vale lembrar que os fãs também já conhecem “The Little Thing That Give You Away”, que já vem sendo tocada em alguns shows. 

No começo eu confesso pra vocês que não tinha achado a música grande coisa, mas lá pela terceira ouvida mudei totalmente de ideia. A melodia e letra são incríveis, e lembram bastante a época do disco “How to Dismantle an Atomic Bomb”. Porém, não me emocionou tanto quanto “The Little Thing That Give You Away”. Vamos aguardar as próximas novidades do álbum! 


A capa do single traz a filha do The Edge, Sian Evans, usando o icônico capacete já presente na capa do disco “Best of 80-90”. “Songs of Exprience” será uma continuação direta de “Songs Of Innocence”, lançado em 2014. Para a divulgação do disco, a banda saiu em turnê em 2015 com a primeira etapa da “Innocence + Experience Tour”, que deve ser continuada depois do lançamento de seu sucessor.

Gostaram da música? Vão no show deles em outubro?

Review: Lana Del Rey - Lust for Life

Opa! Tudo bom? Hoje vamos conversar um pouco sobre o quinto disco da Lana Del Rey: Lust for Life.
lust for life

O disco abre com Love, que é uma faixa já conhecido pelo público. Ela teve a produção do Rick Nowels e Emilie Hayne, que já haviam trabalhado com Lana em Born to Die. Logo nos primeiros instants já é possível perceber que a Lana Del Rey está em uma nova fase mais positiva. O que muda em “Love” é justamente o ângulo pelo qual essa experiência de Lana é vista, agora sob a lente do positivismo.


A faixa “Lust for Life”, que é a primeira parceria do disco dessa vez com o The Weeknd. A parceria entre os dois não é de agora: Lana já participou em duas faixas do The Weeknd: “Prisoner”, do álbum “Beauty Behind The Madness”, e “Stargirl Interlude”, do álbum “Starboy”. Lust for Life é uma música que eu pessoalmente gosto muito, eu acho que ela resume bastante o conceito do disco, não é a toa que ela leva o nome do disco. Essa mistura de romance, felicidade, com melancolia, abandono. Essa grande dualidade entre vida e morte presente, sim nas músicas da Lana, mesmo nessa fase mais “feliz”.



O disco tem 16 faixas, assista ao vídeo para saber em detalhes o que eu achei e analisei de cada uma:

Escute o disco inteiro no Spotify abaixo:



Já conheciam o disco? O que acharam da review?

Devendra Banhart no Brasil mês que vem


Opa! Tudo bom? Excelente notícia para os fãs do artista: O cantor e compositor norte-americano Devendra Banhart virá ao Brasil, em setembro, para sete apresentações: Recife, São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre. Ele trará ao país a turnê do seu nono álbum, “Ape in the Pink Marble”. As apresentações são mais uma realização da parceria entre a plataforma Queremos! e a Heineken. O "Queremos!" é aquela plataforma ótima que possibilita a vinda de artistas ao Brasil baseado nos pedidos dos fãs!

Ape in the Pink Marble” é o mais novo disco do Devendra, lançado em 2016. Ele tem tocado quase todas as 13 faixas deste álbum, entre elas “Celebration”, “Saturday Night” e “Fig in Leather”. Ouça o disco abaixo:


Para quem não conhece o Devendra, vou falar um pouquinho sobre ele. O artista nasceu em Houston, Estados Unidos, mas passou a infância em Caracas, na Venezuela. Quando a família retornou aos Estados Unidos, durante a sua adolescência, ele foi morar em Los Angeles, onde aprendeu a tocar violão e a falar inglês. 

Em pouco tempo, Devendra começou a se apresentar ao vivo, enquanto frequentava o San Francisco Art Institute, lugar em que desenvolveu o seu talento como artista visual: seus desenhos, minuciosos e enigmáticos, como as letras de suas músicas, já foram expostos em museus e galerias de todo o mundo. Escute também um de seus maiores sucessos - Mi Negrita:


Os shows acontecerão em menos de um mês. Vou deixar na nossa página especial todas as informações e datas. Já conheciam este artista??

Video Review: Strobelite - Gorillaz

Opa! Tudo bom? Este Video Review foi feito em parceria com a equipe da página Gorillaz BR. Muito obrigada pelo convite, pessoal. Peço desculpas deste já pela voz gripada, meio rouca e o "nariz endubido" hahaha. Vamos lá. Antes de mais nada, assista ao clipe de Strobelite:



'Strobelite' é uma parceria com o rapper Peven Everett, integra o disco mais recente do grupo, Humanz. No vídeo, os integrantes virtuais da banda ganham vida e vão dançar em uma balada repleta de luzes neon. Em destaque, o 2D e a Noodle, que dançam juntos ao longo do clipe. Vince Staples e Jehnny Beth, do Savages, que participam de outras faixas de Humanz, aparecem brevemente no clipe. Apesar de parecer um vídeo um tanto quanto abstrato por se tratar somente de uma festa, ele tem uma certa relação com a música que é bem mais complexa. O contexto em que ela se passa é o seguinte: Vivemos em um mundo efêmero, todas as informações e acontecimentos são muito rápidos e passageiros devido às redes sociais e as novas tecnologias. 

As notícias passam despercebidas pelos nossos olhos no celular e não paramos para pensar no que lemos. A música “Strobelite” fala justamente da velocidade em que nossa atenção é perdida nos dias de hoje. Alguns minutos sem o celular, que podem ser uma “dor momentânea”, pode estar escondendo o “prazer” a ser descoberto. 


A palavra “Strobelite” é justamente “estrobo-luz”, ou seja, aquelas luzes de festa mesmo. Em dado momento da letra, ele diz “somos uma pedra obsidiana?”. Que é justamente uma pedra escura que absorve a luz e se fecha. Pelo contrário, deveríamos estar refletindo a luz, como se fossemos uma “strobelight”, uma luz de balada. Devemos nos permitir ser um reflexo de nossas experiências. No refrão, Peven nos diz que quando estamos sonhando, pessoalmente, sem o celular, estamos acessando a vida que nós queríamos. Assista à análise completa abaixo:



Já conheciam o vídeo? O que acharam da análise?