Filme: Clube dos Cinco


Alô!
The Breakfast Club, de John Hughes, 93 minutos, de 1985

Cinco estudantes fazem pequenos “aprontes” e são obrigados a passar o sábado inteiro de castigo na escola escrevendo uma redação sobre eles mesmos. Aos poucos eles começam a perceber que apesar de muito diferentes, todos tem algo pra contar e suas próprias semelhanças.


Apesar de parecer um pouco clichê no começo pelo enredo e pelas características iniciais dos personagens (um nerd, um atleta, um baderneiro, uma patricinha e uma “moça estranha”), O Clube dos Cinco surpreende, pois apesar de ser um filme antigo, encaixa-se perfeitamente na realidade atual (me lembrou até o livro Admirável Mundo Novo neste quesito “realidade independente da época”).  É interessante como as características iniciais dos personagens ficam sendo apenas iniciais mesmo, pois ao abordarem assuntos como conflitos familiares, sexualidade e problemas existenciais, percebemos a real personalidade deles e como, muitas vezes, se assemelha com a nossa. É um filme bem divertido que nos deixa pensando depois em vários aspectos, principalmente a respeito de “aceitação em grupos” e preconceitos.  Além disso, a trilha sonora é ótima.


Abaixo uma das melhores cenas, vale a pena rever pra quem já assistiu ao filme:

E o trailler pra quem ficou curioso:

Formô!