Album Review: Imagine Dragons - Evolve

Opa! Hoje nós vamos conversar sobre o terceiro disco do Imagine Dragons: Evolve. O álbum é o terceiro de estúdio da banda americana, e foi lançado em 23 de junho de 2017 pela KIDinaKORNER e Interscope Records.


Eu estava muito ansiosa por esse disco, justamente por ter gostado muito e me identificado com os primeiros singles ('Thunder' e 'Believer'). Evolve atendeu e superou bastante as minhas expectativas. É um disco muito fechadinho, achei que ele está coeso até com as imagens promocionais. Para saber o que eu achei de cada faixa e conhecer mais sobre o conceito em si do disco, assista ao review abaixo:



Ouça no Spotify:

Já escutaram o disco? Qual a preferida de vocês?

EP Review: Kaleidoscope - Coldplay

Opa! Tudo bom? É bom estar de volta hehehe. Hoje trago a resenha do último lançamento do Coldplay, o EP 'Kaleidoscope'.


'Kaleidoscope' é o nome de uma das interludes do disco 'A Head Full of Dreams' lançado em 2015, e é justamente como se esse EP fosse um “braço” ou uma extensão do disco, já que a atmosfera é toda bem parecida. Essa coisa meio sonhadora, sentimental misturada com questões sociais e existencialistas. 

O EP começa com a muito lindinha 'All I Can Think is About You', que é uma faixa que tem uma “forma” bem parecida com as demais do disco. Tem uma introdução, depois desenvolve mais e no final explode. Ela tem alguns elementos que me lembraram bastante 'Speed of Sound', positivamente. 

A segunda é 'Miracles (Someone Special') com a participação do rapper Big Sean. Vale lembrar que o Coldplay já tinha uma música chamada 'Miracles', que é trilha do filme 'Unbroken'. Ambas são musicas bem emotivas sobre superação e autoconfiança. Em “Miracles” temas como Merecimento, persistência, respeito ao próximo, se juntam com a ideia de viver uma vida de forma mais leve e mais despretensiosa. É uma musica bem gostosa e eu achei que o rap do Big Sean agregou muito na letra, assim como na outra versão de Lost! com o Jay-z.

Assista a resenha completa abaixo:



Escute o EP no Spotify:


Já conheciam o disco? Qual a preferida de vocês?